as horas extraordinárias

«bem fiz em ter por necessárias as horas extraordinárias.», sérgio godinho

Posts Tagged ‘flores

se não forem as tuas mãos, quais vão ser?

with 2 comments


mercado do bolhão, porto. 2011
Anúncios

Written by Cláudio Vieira Alves

22/08/2011 at 08:19

estado de negação de um ponto sem retorno.

leave a comment »

Não há flores que cheguem para sepultar o tempo que já queimei.

Written by Cláudio Vieira Alves

23/01/2010 at 15:21