as horas extraordinárias

«bem fiz em ter por necessárias as horas extraordinárias.», sérgio godinho

Posts Tagged ‘anaquim

já não tem rock no nome, mas ainda é um ritual ir a este festival.

with 4 comments

Hoje e amanhã (dia 26 e 27 de Agosto, respectivamente), e até ver ainda nos Jardins do Palácio de Cristal, como todos os anos, decorrem as Noites Ritual.

Cartaz das Noites Ritual 2010.

Cartaz das Noites Ritual 2010.

Mantendo, como nas anteriores e mais recentes edições, um cartaz diversificado, o Festival histórico do Porto concentra, em dias diferentes, públicos-alvos distintos. É, no entanto, um cartaz sólido (constituído, também como sempre, por música nacional), com que se fecha o último fim-de-semana de Agosto. Os diferentes nomes, e os palcos afastados, permitem que, durante as próximas duas noites, a noite se faça passeando ora pelo jardim, ora pela assistência aos dois palcos. A entrada é livre e os concertos começam a partir das 21h30min..

Espreitar o pop-swing d’ Os Tornados, a cowboyada de Samuel Úria, o rock-folclórico-e-cada-vez-mais-competente do Diabo na Cruz, bem como as histórias e multiplicidades do Anaquim convence a marcar presença na primeira noite. Na segunda noite, espreitar ao vivo as vozes ásperas e americanizadas de Sean Riley e John is Gone poderão bastar como bilhete de ida, mas é o lendário Tiger Man que trazendo a palco o álbum Femina acrescenta a motivação para estar presente.

[ Vídeo: “Não arrastes o meu caixão”, por Samuel Úria ]

Seguem os nomes em cartaz, os palcos e os horários de cada um dos concertos:

SEXTA, 27 AGOSTO

21h30 | SALTO | PALCO RITUAL
22h05 | OS TORNADOS | PALCO 1
22h55 | SAMUEL ÚRIA | PALCO RITUAL
23h35 | DIABO NA CRUZ | PALCO 1
00h30 | ANAQUIM | PALCO RITUAL
01h15 | OQUESTRADA PALCO 1


SÁBADO, 28 AGOSTO

21h30 | UNOESKIMO | PALCO RITUAL
22h05 | SEAN RILEY & THE SLOWRIDERS | PALCO 1
22h55 | TIGUANA BIBLES | PALCO RITUAL
23h30 | THE LEGENDARY TIGERMAN | PALCO 1
00h35 | JOHN IS GONE | PALCO RITUAL
01h15 | SLIMMY | PALCO 1

Anúncios

na minha rua* cabe o barulho de bandeiras, vómitos e meia-dúzia de terços.

with one comment

Na minha rua:

1) Tive o cortejo da Queima das Fitas há uma semana.

Resultado: ouvia-se cair o vómito (daquele instruído e académico) mesmo à porta de casa.

2) Tive os festejos do Benfica no fim-de-semana passado.

Resultado: pancadaria da grossa e buzinadelas noite dentro.

3) Tenho as preparações para receber o Papa, desde há 4 dias, (quase) 24 sobre 24 horas a decorrer aqui ao lado.

Preparações silenciosas. Minuciosas. Uma máquina eficaz levanta, da noite para o dia, estruturas que nunca pensei serem possíveis de nascer em plena Avenida.

Resultado: sinto tudo à volta tão religioso e de um silêncio que — diz quem já lá esteve — é digno da paz dos céus. De tal forma que, no meu leitor de CD, só me dá vontade de pôr a rodar o Padre Borga em versão Pan Pipe.

Mas, como tal ainda não foi inventado — e é apenas por isso que não tenho tal disco —, fico-me por Anaquim. *”Na minha Rua”. (E dá para ouvir aqui.)

Written by Cláudio Vieira Alves

12/05/2010 at 22:53