as horas extraordinárias

«bem fiz em ter por necessárias as horas extraordinárias.», sérgio godinho

pior a emenda que o cianeto.

with 5 comments

Nunca pensei em virar-me para o empreendedorismo funerário por um simples motivo: eventualmente sei que seria o principal cliente de mim mesmo.

Anúncios

Written by Cláudio Vieira Alves

24/02/2011 às 12:52

Publicado em instantâneas

Tagged with , ,

5 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Então porquê?

    Sara

    24/02/2011 at 21:51

  2. Ok, mas a ideia vem sempre de algum lado. Freud explicaria isso muito bem 🙂

    Sara

    25/02/2011 at 01:36

  3. Felizmente; porque ler mentes é deveras complicado. O inconsciente mais ainda. Ou então é tudo a mesma coisa e o Freud não percebia nada disso.

    Sara

    25/02/2011 at 01:48


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s