as horas extraordinárias

«bem fiz em ter por necessárias as horas extraordinárias.», sérgio godinho

um vídeo por dia, nem sabe o bem que lhe fazia. #30

leave a comment »

Em plena reportagem da SIC, relativa à intervenção da ASAE por força das fracas condições de segurança e higiene do tecto da praça de alimentação, no CascaisShopping, um segurança — visivelmente ordenado para esse efeito — coloca-se entre a entrevistadora e alguns dos clientes do Shopping que pretendem manifestar a sua opinião.

Há trabalhos que são, declaradamente, tramados de se cumprir: e o de obedecer cegamente é um deles. Na verdade, e no que toca à origem do problema, muitos gestores continuam a não perceber que a pior publicidade a que se podem sujeitar é, precisamente, a tentativa absurda de evitar potencial publicidade negativa. Da curta visão dos potenciais efeitos das suas ordens, acabam por desencadear atitudes disparatadas como aquelas que são possíveis de assistir no vídeo.

Mas, colocando de lado o efeito de tentar estancar publicidade negativa (manobras essas que, com a abrangência da internet, acabam por ser candidatas a  vídeos virais), falemos daquilo a que se assiste: é que não posso deixar de me sorrir quando ouço o segurança, no mesmo tom com que no passado se desculpava junto da educadora de infância, dizer “eu não ’tou a tocar”.

[ Vídeo: “Segurança do CascaisShopping bloqueia entrevistas”, por SIC ]

Anúncios

Written by Cláudio Vieira Alves

01/02/2011 às 03:28

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s