as horas extraordinárias

«bem fiz em ter por necessárias as horas extraordinárias.», sérgio godinho

hoje, linda martini, ocupam hard club.

with one comment

Hoje, na Sala 1 do Hard Club, no Porto, os Linda Martini trazem a palco a apresentação do seu próximo, e segundo, longa duração: “Casa Ocupada”. Antes do dia 1 de Novembro, dia em que o disco passa a ocupar as prateleiras, os Linda Martini fazem quatro cidades para apresentar este disco: Braga, Porto, Lisboa e Leiria. Na sacola trazem, para além do novo disco, 3 EP e o primeiro longa duração “Olhos de Mongol” garantindo, por isso, material mais que suficiente para espectáculos intensos.

Depois do primeiro “Belarmino”, o segundo single “Mulher a dias” promete, para o novo álbum, rápidas e distorcidas frases musicais que sustentadas na base rítmica criativa asseguram que estamos perante uma das principais bandas de pós-rock português.

[ Vídeo: “Mulher a dias”, por Linda Martini ]

Com poucas digressões País fora, com a experiência de 5 discos gravados e com um encaixe sonoro apaixonante são um quarteto cujos espectáculos não interessa, minimamente, faltar.

O CD, com oferta do bilhete, custa, em pré-venda, € 10,99 e está à venda na loja do costume ou, então, à porta dos espectáculos.

Anúncios

Written by Cláudio Vieira Alves

23/10/2010 às 12:49

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. […] pelas 23 horas), no arranque desta mostra de música portuguesa, os Linda Martini. Como já o escrevi: com poucas digressões País fora, mas com a experiência de 5 discos gravados e com um encaixe […]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s