as horas extraordinárias

«bem fiz em ter por necessárias as horas extraordinárias.», sérgio godinho

um vídeo por dia, nem sabe o bem que lhe fazia. #26

leave a comment »

Curta-metragem que, para quem reconhece a zona descobrirá com facilidade foi gravada na Rua da Boavista, junto a um dos velhos centros comerciais do Porto (e que possui uma diversidade de lojas como uma Queijaria, Loja dos 300$ e uma sala de ensaios onde, em adolescente, transpirei q.b.).

Um filme de Nuno Rocha que, ainda que fique a dever um pouco ao argumento, resulta bem como imagem e, mesmo toda a componente emocional que a música épica permite desde cedo antecipar, acaba por agradar.

Uma curta-metragem desenhada para efeitos de publicidade à LG e que, neste contexto,  entusiasma. Ainda assim, fica a dever a um dos episódios de Mad Men (vale a pena clicar na ligação e espreitar a cena a que me refiro)— para mim, o melhor de todos até à data —, que parte, precisamente, da motivação e construção de uma manobra publicitária a um projector de slides da Kodak utilizando, em simultâneo, um conceito básico da imagem e de qualquer venda: registo e tratamento de emoções.

[ Vídeo: “Momentos”, uma curta-metragem de Nuno Rocha ]

Anúncios

Written by Cláudio Vieira Alves

30/08/2010 às 12:39

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s