as horas extraordinárias

«bem fiz em ter por necessárias as horas extraordinárias.», sérgio godinho

e nunca confundi o júlio machado vaz com o papa bento xvi.

leave a comment »

Em plena discussão teológica, e depois de esgrimidos todos os argumentos, ela atira-me uma frase acendalha. Daquelas frases às quais se responde antes sequer de nos permitirmos a aplicar qualquer filtro social, quanto mais, o do politicamente correcto.

(…)

Eu: Mas, e a ver se eu percebo, o que raio tem deus que ver com isso?

Ela: Olha, não sei. Mas, eu sou mesmo assim.

Eu: Assim, como?

Ela: Muito, muito, muito religiosa. Mas: não praticante… Católica.

Eu: Faz sentido. É como eu. Também sou muito religioso, apesar de pouco praticante.

Ela: Tu? Onde?

Eu: Na parte do preferir as virgens.

Anúncios

Written by Cláudio Vieira Alves

03/03/2010 às 20:16

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s