as horas extraordinárias

«bem fiz em ter por necessárias as horas extraordinárias.», sérgio godinho

casamentos alheios podem ser comédia da boa.

with 2 comments

(Num café cheio, à hora de almoço, um casal troca entre si as novidades.)

Ela: É verdade: a nossa filha tirou uma boa nota naquela cadeira. Aquela. A das doenças infecciosas.

Ele: Já saiu a nota? A sério?

Ela: Sim, sim… Aliás, ela está radiante porque tirou a melhor nota do curso.

Ele: Ena! Boa aluna. Sai ao Pai.

Ela: Sai, sai. Tu também sempre foste muito bom nas doenças infecciosas e venéreas… Principalmente em apanhá-las e depois a passar-me.

(longo silêncio)

Ele: Vais beber café?

Anúncios

Written by Cláudio Vieira Alves

25/01/2010 às 19:06

2 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. até eu me ri, eu que estou de mau humor.

    menina limão

    28/01/2010 at 17:55


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s