as horas extraordinárias

«bem fiz em ter por necessárias as horas extraordinárias.», sérgio godinho

«o douro bebe as cores da cidade.»

leave a comment »

E já por mais de uma tonelada de vezes, ao sentar os olhos por cima do rio e, em tempo de castanhos dourados, constatei que o poeta tinha a razão. O Douro transporta as cores da cidade e desagua-as a todas, de uma só vez, na Foz.

Anúncios

Written by Cláudio Vieira Alves

18/12/2009 às 02:07

Publicado em fotografia, instantâneas, porto

Tagged with , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s