as horas extraordinárias

«bem fiz em ter por necessárias as horas extraordinárias.», sérgio godinho

as reacções das mulheres vistas à transparência.

leave a comment »

Com esta moda das roupas transparentes — agravada pelos tradicionais decotes — acabo por passar por situações telepáticas. É que, tanto eu como as mulheres-munidas-de-roupas-transparentes e observadas acabámos, invariavelmente, a pensar exactamente a mesmíssima coisa. Um “estou-te a ver” mentalmente partilhado, mas pronunciado com diferentes entoações.

Anúncios

Written by Cláudio Vieira Alves

28/09/2009 às 15:30

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s