as horas extraordinárias

«bem fiz em ter por necessárias as horas extraordinárias.», sérgio godinho

dos eufemismos da política moderna mascarada de demagogia.

with 2 comments

«O cabeça de lista do CDS-PP às eleições europeias, Nuno Melo, defendeu hoje que a política de imigração deve ser “menos flexível” em tempos de crise, quando as economias não são capazes de gerar emprego.», via Público

Anúncios

Written by Cláudio Vieira Alves

25/05/2009 às 17:07

Publicado em notícias, política

Tagged with , ,

2 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. O CDS é um pequeno partido em número de deputados e ainda mais pequeno (quase um vazio) em ideias. À falta destas, agarra-se a estas bandeiras demagógicas contra a imigração, em versão Nuno Melo (mais suave) ou em versão Paulo Portas (mais “arrufada”). Receita garantida: explora as emoções do pessoal e rende sempre uns votitos…

    jorge Lopes

    25/05/2009 at 19:24

    • De facto, se em tempos ditos normais criticam a imigração por uma questão de segurança, não é surpresa que agora utilizem o emprego para se esconderem nos seus reais ideais de política sem substracto.

      Obrigado pelo comentário, Jorge Lopes.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s