as horas extraordinárias

«bem fiz em ter por necessárias as horas extraordinárias.», sérgio godinho

uma imagem vale mais que mil acusações.

with 2 comments

O ocorrido ontem, no jornal nacional da TVI, é tão perturbante como histórico. O episódio decorre entre o Bastonário da Ordem dos Advogados, Marinho Pinto, e a habitual apresentadora daquele que, recentemente, foi apelidado de «telejornal travestido»: Manuela Moura Guedes.

O vídeo merece ser (re)visto na íntegra. Importa, porém, contextualizar que a tomada de posição mais severa de Marinho Pinto e a troca de acusações desencadeada decorre depois de Manuela Moura Guedes referir-se a Marinho Pinto como sendo “um bufo” e que “podia fazer mais pela sua classe”. Marinho Pinto, visivelmente incomodado, aproveita para disparar aquilo que a generalidade das pessoas sente quando forçado a assistir a este jornal ou, num sentido mais global, à informação desta estação televisiva. Por sua vez, Manuela Moura Guedes, a dado momento, contém-se optando por vestir um modo mais cínico – pessoalmente, gosto de imaginar que foi o marido que, pelo auricular, lhe ordenou que se contivesse.

Anúncios

Written by Cláudio Vieira Alves

23/05/2009 às 15:55

2 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Fenomenal! 🙂 Este senhor é muito maluco, mas disse na realidade aquilo que toda a gente com UM bocado de inteligência pensa.

    Carlos

    23/05/2009 at 16:43


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s