as horas extraordinárias

«bem fiz em ter por necessárias as horas extraordinárias.», sérgio godinho

a minha vida dava um jingle. #08

leave a comment »

Num tom abafado, como num último suspiro de vida, sussuro qualquer coisa – que, provavelmente, nem eu entenderia – e sinto-me que se apoderam de mim, por todo o lado. Tudo tão agarrado a uma teia que, descontrolado, como num vício: esqueci por onde começou.

Esqueço-me até se alguma vez me quis soltar.

Hoje, num livro e nuns papéis que narram uma verdade científica que me desinteressa e me revolta. Amanhã, na vida e por aí.

[“Lullaby”, por The Cure]

Anúncios

Written by Cláudio Vieira Alves

12/03/2009 às 20:31

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s