as horas extraordinárias

«bem fiz em ter por necessárias as horas extraordinárias.», sérgio godinho

a minha vida dava um jingle. #07

leave a comment »

Entrando e saindo dos bares cheios, sente-se nas Ruas o cheiro a sentimentos animais. As pessoas agitam-se, como sabem – e nesses movimentos atiram, borda fora dos copos, o mesmo líquido que as faz agitar. Tudo, para quem assiste, parece um ciclo vicioso. “A acender e a apagar.” 

Uma electrónica que soa bem: cola-se à língua. E repito as mesmas frases, da mesma música, até que lhes perca o sentido. 

[“Lado B”, por Rui Reininho]

Anúncios

Written by Cláudio Vieira Alves

06/03/2009 às 20:00

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s